Line
Postado em 21/11/2018 às 06:53

Médico com ELA é destaque na 2ª Conferência Internacional de Inovação em Saúde

Patrícia Pacífico

Arthur Barbalho

O ativista e médico alagoano portador da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), Dr. Hemerson Casado, foi um dos destaques da 2ª Conferência Internacional de Inovação em Saúde, que aconteceu nos dias 30,31 de outubro e 1º de novembro na cidade de Natal, no estado do Rio Grande do Norte. 

 

Durante os três dias de evento foram realizadas palestras e mesas-redondas que reuniu pesquisadores e autoridades da área da saúde do Brasil e do exterior para discutir o tema: “A importância da Inovação Tecnológica em Saúde para os países em desenvolvimento”. 

 

Casado palestrou sobre ciência e tecnologia destacando a importância de aproximar a produção acadêmica e pesquisas científicas às necessidades da população, com foco na inovação. “O conhecimento ajuda a desenvolver novas tecnologias para resolver problemas de ordem prática. A partir de novas descobertas temos a possibilidade de tomar decisões informadas, quer individualmente, quer coletivamente”, expõe. 

 

Para ele, a falta de planejamento estratégico está atrasando o desenvolvimento do país, apesar do aumento na produção científica nos últimos anos. “Precisamos aproximar mais a academia dos interesses e necessidades da sociedade brasileira. Temos que fazer uma lista de prioridades de áreas do conhecimento, que atendam diretamente aos interesses do nosso povo”, destaca. 

 

Os participantes elogiaram a participação do ativista e aproveitaram a oportunidade para interagir com Hemerson através do seu dispositivo de comunicação, o Tobii. “Foi um momento único e muito proveitoso”, resumiu. 

 

O coordenador do evento, professor Ricardo Valentim, destacou a importância de fazer da ciência um instrumento de amor ao próximo. 

 

“A ciência contribui para a melhoria da qualidade dos sistemas de saúde por meio do fortalecimento das ações e processos de promoções, prevenção, proteção e recuperação da saúde. Além disso, abrange plataformas tecnológicas estratégicas para o futuro do país, como biotecnologia, química fina, equipamentos médicos, tecnologia da informação e telemedicina, nanotecnologia e novos materiais”, falou. 

 

A 2ª Conferência Internacional de Inovação em Saúde é uma realização do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) e conta com o apoio do Ministério da Saúde e participação de representantes das principais instituições de pesquisa do mundo, como Harvard e MIT (EUA), Universidade de Lorraine (França) e Universidade de Atabasca (Canadá).

VejaTambém


comments powered by Disqus