Line
Postado em 31/03/2020 às 10:57

Consultor dá dicas para diminuir o impacto negativo do Coronavírus nas empresas

Algo Mais

Com a pandemia do Coronavírus muitos setores adotaram alternativas para não parar de produzir e não sofrer as consequências diante da diminuição da circulação de pessoas nas ruas e, consequentemente, da atividade econômica. Diante desse cenário temporário, as empresas, principalmente os pequenos negócios, precisam se preparar para esse momento e criar estratégicas para diminuir o impacto da Covid-19 no mundo empresarial.  Algumas, já adotaram o modelo “home office”, permitindo que os seus funcionários trabalhem remotamente, outras já implantaram rodízio de pessoas para que evitar a aglomeração.

De acordo com o consultor Maurício Oliveira, da MAMO Consultoria e Assessoria Empresarial, antes de adotar o trabalho remoto, o gestor deve manter os funcionários bem informados e calmos, prestando a atenção em fontes confiáveis. O passo seguinte é pensar o quanto isso pode impactar na produtividade, fator que exige uma maior disciplina do colaborador.

“Embora eles tenham mais tempo, já que não vão se deslocar de casa, eles precisam administrar bem as atividades para que não percam o foco. Tudo tem prós e contras. O funcionário não vai perder tempo com o trânsito, mas não pode perder tempo desfocado com outras atividades em casa e se tornar improdutivo. Por isso, é importante lembrar que quarentena não é férias”, destaca.

Maurício Oliveira também falou sobre o lado positivo deste cenário de crise, bem como deu dicas de atividades que gestores podem implantar. “Com os funcionários trabalhando em sistema home office ou de rodízio, há uma economia de custos no escritório. As empresas podem aproveitar esse momento para fazer uma pequena reforma, para fazer um ajuste no mobiliário. É um momento que também pode ser usado para reflexão, para identificar algum item que falta na empresa, entre outras coisas”, ressaltou.

Fortalecimento e ações internas

Como a gente já pode ver, as pessoas estão mais em casa e, por isso, novas oportunidades de negócios podem surgir, como o fortalecimento de outros canais de atendimento ao cliente que podem manter a empresa vendendo e oferecendo seus produtos e serviços, como o próprio delivery.

De acordo com o consultor, se a empresa tem uma diminuição eventual de trabalho, com uma real diminuição das atividades no estabelecimento ou prestação de serviço, este é um bom momento para colocar em dia o banco de horas, atualizar planilhas, cadastros, cotações de preços e manuais de qualidade. A dica de Maurício Oliveira é: “jogue fora arquivos e documentos que não utiliza mais, direcione outros para o arquivo morto ou para a nuvem do computador”.

O período também permite que seja atualizado o cadastro de clientes. O colaborador pode ligar, fazer uma atualização e uma pesquisa de satisfação entre os seus clientes. “Fazer ou revisar o cadastro de fornecedores também é importante. Se fizer esse contato com os fornecedores, vale a pena fazer novas cotações de preço e ajusta-lo a uma realidade mais agradável e real para a empresa”, conclui Oliveira.
 

VejaTambém


comments powered by Disqus