Line
Postado em 26/06/2020 às 23:53

Adaptabilidade financeira: renegociar contratos e custos são práticas essenciais durante a pandemia

Algo Mais

Foto: Assessoria

A pandemia do novo coronavírus vem transformando a humanidade e, consequentemente, os negócios. Se adaptar renegociando contratos foi uma alternativa encontrada por empresários para diminuir prejuízos financeiros causados pelo cenário do isolamento social e resistir de pé a esta tempestade. Um movimento, especialistas apontam, necessário à sobrevivência e competitividade no mercado.



A Maritime Ship Service, empresa alagoana fornecedora de produtos e serviços a embarcações, começou a se preparar mesmo antes da pandemia ganhar esta proporção no Brasil. Como atende clientes nacionais e internacionais, seu planejamento começou ainda em dezembro de 2019, enquanto o isolamento em Alagoas começou apenas em março passado.


Segundo Thiago Nascimento, sócio-diretor da Maritime, a primeira ação da empresa foi reunir seus líderes para fazer uma análise de todas as linhas do demonstrativo de resultado, além de buscar aproximação dos fornecedores e clientes.
 

“Intensificamos o contato com nossos fornecedores para sentir se teríamos desabastecimento ou redução de prazo para pagamento. Diariamente tínhamos reunião de alinhamento com o setor de Compras para entender o cenário com os fornecedores. Monitoramos mais de perto os clientes para entender a tendências de aumento de prazo para pagamento e tivemos que flexibilizar um pouco, conceder-lhes um prazo maior”, revelou Thiago.

 

Outro ponto importante para apertar os cintos e prevenir demissões durante a pandemia foi a suspensão temporária de benefícios dos colaboradores, mediante acordo mútuo.
 

“Conversamos com a equipe para suspender alguns benefícios que geraram uma grande economia. Aos poucos, após sentirmos como tudo tem acontecido, temos retornado de forma gradual à concessão deles”, destacou Thiago Nascimento.
 

Renegociações com fornecedores e clientes

De acordo com Maurício Oliveira, diretor da MAMO Consultoria e Assessoria Empresarial, as ações da Maritime foram acertadas para manter a saúde financeira da empresa. O especialista enfatizou que os empreendedores devem sempre buscar renegociar com fornecedores e clientes sendo transparentes e explicando a real situação da empresa, o que pode ajudar a diminuir valores e postergar pagamentos.


“Quando renegociar com fornecedor, precisamos ser muito claros, explicando a situação real. Quanto mais transparente o empresário for, melhor serão as negociações. É melhor manter o relacionamento do que finalizar os contratos. Agora, mais do que nunca, é momento de transparência”, frisou Oliveira.


Com um monitoramento mais efetivo dos custos e despesas e um plano de contingência em ação, a Maritime buscou reavaliar contratos, investigando a fundo tudo o que poderia ser economizado. Isso envolveu algumas suspensões e, em caso mais graves, o próprio cancelamento de contratos.

 

E isso não foi de todo ruim. Os novos fatos trouxeram uma nova mentalidade para a equipe. “Tivemos um aumento da consciência na utilização de recursos na empresa e isso tem sido muito positivo. Tivemos também uma valorização maior dos benefícios por parte da equipe”, afirmou Thiago Nascimento.
 

Um aprendizado que já está deixando um legado para o futuro da empresa.

“O cenário atual é uma ótima oportunidade de aprendizado corporativo. O mar está agitado, mas como diz o grande navegador Amyr Klink, ‘O mar não é um obstáculo: é um caminho’”, finalizou Thiago Nascimento.

 

Dicas para uma melhor adaptabilidade financeira

Para os empreendedores que ainda precisam renegociar contratos e se adaptar durante a pandemia, Maurício Oliveira deixa algumas sugestões, enquanto especialista em gestão:

Seja claro e transparente; destaque o princípio do ganha-ganha;

Explique bem ao fornecedor e ao cliente o que de fato está acontecendo ou se há dificuldade com o pagamento ou com as receitas;

Pandemia não é o momento de tentar levar vantagem;

Atenda os clientes, pague os fornecedores, mantenha uma boa relação com eles;

Não utilize a pandemia como desculpa.

VejaTambém


comments powered by Disqus