Line
Postado em 26/08/2020 às 10:17

Sinduscon-AL realiza nesta terça-feira etapa regional do ciclo de debates sobre obras públicas

Assessoria

A Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) deu início no último mês de junho a um ciclo de debates regionais para tratar sobre “O labirinto das obras públicas”. Na ocasião foi divulgado um amplo estudo sobre o tema.


Agora chegou a vez de Alagoas entrar no ciclo de debates em uma iniciativa do Sindicato da Indústria da Construção do Estado de Alagoas (Sinduscon-AL), responsável pela realização local do evento que acontece nesta terça-feira, 25 de agosto, das 14h30 às 16h30.  O evento é uma realização da CBIC com Sinduscon-AL e conta com a correalização do Senai nacional. ]


Realizado de forma virtual, na plataforma Zoom Webinar, o evento será aberto pelo engenheiro José Eduardo Guidi (Perito Judicial, Especialista em Gestão Pública, INSPER/SP), que abordará o tema “Propostas Metodológicas ao Labirinto das Obras Públicas”. Ele é o autor do estudo sobre o tema.

 

Segundo José Eduardo Guidi, o prejuízo com as obras paralisadas, além de econômico, é social. “A sociedade também paga por essas paralisações, arcando com o prejuízo do investimento mal administrado e que não vê retorno, com a impossibilidade de colocar um filho na creche, a ausência de um posto de saúde em distância razoável ou a inexistência do saneamento básico que impeça a proliferação de doenças. Enfim, é o custo de um país que ainda não conseguiu pavimentar o melhor caminho para seus cidadãos”, destacou.


De acordo com o estudo divulgado pela CBIC, o prejuízo com obras paralisadas chega a quase R$ 80 bilhões. Para o presidente da Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da CBIC, Carlos Eduardo Lima Jorge, o objetivo principal do estudo é apresentar uma interlocução construtiva com os agentes que atuam nos processos de licitação e contratação de obras públicas.  

“A ideia é aprofundarmos a discussão para garantir o principal, que é a entrega dos empreendimentos à sociedade nos prazos, com qualidade e nos custos adequados”, disse. O presidente do Sinduscon-AL, Alfredo Brêda, ressaltou a importância do tema para o setor da construção e para a sociedade. Segundo ele, o evento traz um tema fundamental para quem trabalha com obra pública e isso inclui as prefeituras e órgãos públicos.


PROGRAMAÇÃO

ABERTURA – 14h30 - 14h45
* Presidente da Coinfra/CBIC  – Carlos Eduardo Lima Jorge
* Presidente do Sinduscon-AL – Alfredo Breda
* Vice-Presidente da CBIC – Marcos Holanda
* Presidente do TCE-AL – Otávio Lessa 

PALESTRA INICIAL – 14h45 - 15h10
Propostas Metodológicas ao Labirinto das Obras Públicas 
Eng. José Eduardo Guidi (Perito Judicial, Especialista em Gestão Pública, INSPER/SP)

PAINEL DE DEBATE – 15H10 - 16H00
Vícios de Contratação e Soluções Viáveis no Curto Prazo
* Moderador                - Carlos Eduardo Lima Jorge (Coinfra/CBIC)
* Introdução ao tema     - Engº José Eduardo Guidi
* Debatedores        - Mosart da Silva Amaral (Secretário do Transporte e Desenv. Urbano de Alagoas)
                                 - Alexandre Ayres (Secretário da Saúde de Alagoas)
                                 - Rosa Tenório (Secretária municipal de Desenvolvimento Territorial - Sedet)
                                 - Lucas Brasileiro (Sinduscon-AL)
                         - Virgílio Brasileiro (Sinduscon-AL)
                         - Fernando Vernalha    (Doutor em Direito e sócio do escritório
Vernalha Guimarães e Pereira Advogados) 


PERGUNTAS – 16h00 - 16h20

ENCERRAMENTO - 16H20 – 16h30 
* Carlos Eduardo Lima Jorge (Coinfra/CBIC)
* Alfredo Breda (Sinduscon-AL)
* Marcos Holanda (CBIC)

VejaTambém


comments powered by Disqus